escolas aprendizes marinheiros

Escolas de Aprendiz de Marinheiro – Como Ingressar

escola de aprendiz de marinheiroSaiba quais os requisitos e informações para a prova das Escolas de Aprendiz de Marinheiro

Saiba o que é necessário para fazer as inscrições no concurso para Aprendiz de Marinheiro 2016.

Muitos jovens querem ingressar na Marinha do Brasil, mas não sabem quais são os requisitos cobrados para ser um marinheiro. Então, a primeira coisa que você precisa saber é que para ser um militar de carreira, no Brasil, é necessário fazer a inscrição em um dos concursos que ocorrem todos os anos, e ficar atento às exigências previstas nos editais. Neste texto vamos trabalhar com as exigências que serão base para o edital 2016.

Antes de falarmos sobre os requisitos do concurso para Aprendiz de Marinheiro 2016, vamos esclarecer algumas dúvidas relativas à carreira destes militares, e suas funções dentro da Marinha do Brasil

Como é o Curso de Formação de Aprendiz de Marinheiro

O Curso de Formação de Marinheiros (C-FMN) destina-se à formação de Marinheiros para o Corpo de Praças da Armada (CPA), tendo a duração aproximada de 48 semanas, em regime de internato, com 40 horas semanais. Em uma das 4 Escolas de Aprendizes Marinheiros localizadas nos Estados do Ceará, Espírito Santo, Pernambuco, e Santa Catarina, diretamente subordinadas à Diretoria de Ensino da Marinha – DESNM

O Curso é constituído por disciplinas do Ensino Básico (Português, Matemática, Inglês, Física e Eletricidade), que visa proporcionar aos Alunos a base humanística e científica necessária ao preparo militar e ao exercício de funções operativas, técnicas e de atividades especializadas, por meio de conteúdos dos Ensinos Fundamental e Médio, e do Ensino Militar-Naval (Ordem Unida, Treinamento Físico Militar, Legislação Militar, Higiene e Primeiros Socorros, Marinharia, Introdução à Informática, História Naval, Armamento, Organização de Navios, Controle de Avarias, Comunicações Interiores, Liderança, Métodos de Trabalho, Fundamentos de Máquinas, Serviços de Secretaria e Comunicações, Relações Humanas e Ética Profissional Militar) que visa proporcionar aos Alunos os conhecimentos básicos de natureza militar-naval, necessários para o ingresso na carreira militar, e estimular o entusiasmo pela Marinha do Brasil, seus costumes e tradições.

Durante o C-FMN, além das aulas previstas no currículo, são realizadas atividades extraclasse, como visitas a museus, parques, entidades civis, OM da Marinha ou de outra força e Navios da MB, palestras cívico-culturais e atividades desportivas e recreativas. Além disso, ocorrem durante o ano palestras de orientação preventiva para os Alunos, como Noções básicas sobre dependência química (drogas e alcoolismo), Cidadania, Educação financeira, Doenças sexualmente transmissíveis e AIDS, Planejamento familiar, Relacionamento interpessoal e grupal, Administração do stress e Dificuldades reais e facilidades ilusórias da vida numa cidade grande

aprendiz marinheiroEspecialização após a escola e promoção a Cabo

Ainda nas Escolas de Aprendizes os futuros Marinheiros realizarão um teste vocacional e serão classificados dentro de três Ramos básicos: Mecânica, Eletricidade/Eletrônica ou Apoio. Durante os dois primeiros anos como Marinheiro, dentro do Ramo Vocacional em que foi classificado, escolherá uma especialidade (qualificação técnica) que irá cursar, conforme a seguir:
Ramo Vocacional de Mecânica: Motores, Máquinas Navais, Caldeiras, Faroleiro, Artífice de Mecânica ou de Metalurgia, Carpinteiro, Armamento Naval e Aviação.
Ramo Vocacional de Eletricidade/Eletrônica: Eletricidade, Eletrônica, Direção de Tiro, Comunicações Interiores, Comunicações Navais, Operador de Radar ou de Sonar, Hidrografia e Navegação, Armamento Naval e Aviação.
Ramo Vocacional de Apoio: Manobras e Reparos, Sinais, Educação Física, Escrevente, Paioleiro, Arrumador, Cozinheiro, Barbeiro e Enfermeiro.

Ainda poderá como Voluntário escolher a especialidade de Mergulho. Essa Especialidade juntamente com as de Aviação e Educação Física têm exames psicológico e médico específicos e, as de Mergulho e Educação Física, exame Físico diferenciado.

Os cursos de especialização são realizados no terceiro ano de Marinheiro, com duração de seis (6) a nove (9) meses, dependendo da especialidade, nas cidades do Rio de Janeiro e de Niterói, com exceção do de Aviação que é realizado na cidade de São Pedro D’Aldeia – RJ.

Ao fim do curso o Marinheiro é promovido a Cabo, graduação na qual o militar permanecerá por cerca de 5 anos.

aprendiz marinhaSeguindo carreira como Marinheiro

Passados os 5 anos como cabo, o militar poderá participar do Curso de Habilitação a Sargento, com duração de cerca de dois (2) meses. Pelo qual será promovido à graduação de Terceiro-Sargento e, logo a seguir, realizara o Curso de Aperfeiçoamento, com duração de seis (6) a nove (9) meses, complementando a formação técnica iniciada com o Curso de Especialização, ou seja, tornar-se-a técnico reconhecido pelo MEC.

Após Terceiro-Sargento, serão promovidos sequencialmente a segundo-sargento, primeiro-sargento e a suboficial, cumpridas as exigências e os critérios previstos em legislação específica, em intervalos médios de cerca de cinco anos[Fonte]

Vantagens da Carreira de Marinheiro

Durante sua carreira, as praças, que iniciaram sua vida na Escolas de Aprendizes-Marinheiro, terão a oportunidade de participar de diversas missões e Operações Navais, viajando e conhecendo diversos lugares no Brasil e no exterior.
Terão oportunidade, também, de servirem em várias organizações em terra, em várias cidades do Brasil. Irão aprender a importância dos laços de amizade do homem do mar, que o diferencia de todos os outros profissionais, tornando esta profissão única e apaixonante.

Ao longo da carreira terão oportunidade de realizar cursos, de trabalhar no exterior e desempenhar outras atividades de interesse da Marinha. Graças a esses cursos e ao desempenho nas suas atividades poderão alcançar as diversas graduações da Marinha, chegando por seus méritos à de Suboficial.

Poderão ainda por concurso interno, a partir de Terceiro-Sargento, ascender ao oficialato, com oportunidades de chegar até o posto de Capitão-de-Mar-e-Guerra.

A Carreira Naval possui inúmeras vantagens e benefícios, tais como:

• Perspectiva de crescimento profissional ao longo da carreira;

• Bom ambiente de trabalho;

• Plano de carreira bem definido, com possibilidade de ascensão contínua com aumento de salários proporcionais;

• Estabilidade após dez (10) anos de serviço;

• Ingresso sem exigência de experiência anterior;

• Oportunidade de se tornar um técnico reconhecido no meio civil;

• Salários indiretos e benefícios, tais como:

• Transferências remuneradas;

• Possibilidade de moradia, a partir da graduação de Cabo, quando fora da cidade do Rio de Janeiro;

• Assistência médico-hospitalar para si e para seus dependentes em instalações exclusivas da Marinha;

• Programas e projetos sociais voltados ao bem estar social do militar e de seus dependentes, bem como facilidades oferecidas por meio de intercâmbio com entidades públicas e privadas;

• Instalações sócio-recreativas para si e seus dependentes, mediante pequena mensalidade;

• Uniformes;

• Alimentação;

• Aposentadoria com vencimentos integrais etc.

Ao ingressar no Corpo de Praças da Marinha, o candidato estará optando por abraçar a carreira militar na Marinha, e não apenas exercer uma profissão. Terá diversas novas possibilidades, muitas vezes diferentes daquelas permitidas em sua atividade original. Por isso, se você deseja ampliar seus horizontes e seguir uma carreira cheia de oportunidades e emoções, plena de realização profissional, numa das mais antigas e conceituadas instituições do país!

A carreira militar é muito mais que uma simples profissão, é uma grande aventura e um compromisso de vida, que prima pela observância de valores éticos e morais. Ao escolher a Marinha do Brasil, você fará parte de uma equipe capacitada, motivada e atuante, sempre a serviço do país e do cidadão brasileiro.

Requisitos

Limite de Altura para Aprendiz de Marinheiro

Os rapazes interessados em entrar na Marinha do Brasil como Aprendiz de Marinheiro devem prestar atenção ao [su_highlight background=”#fdf047″]limite mínimo de altura que é de 1,54 m e ao máximo que é de 2,00m[/su_highlight]. Estes limites de altura foram estabelecidos pensando não só na capacidade de suportar a rotina e desafios físicos aos quais os Marinheiros são expostos, mas também com relação ao tamanho dos equipamentos, veículos e instalações com as quais estes militares têm de lidar.

Qual o limite de idade para o concurso

Esta provavelmente é uma das dúvidas mais comuns entre os interessados neste concurso: Qual a idade máxima para entrar para a Marinha. Pois bem, a resposta é simples, a idade máxima para entrar como Aprendiz de Marinheiro é 21 anos de idade, a referência é que costuma confundir um pouco.

Vamos explicar. Neste sentido, o edital do concurso diz que o candidato precisa ter entre 18 e 21 anos referenciados à 1º de janeiro do ano de ingresso no curso, ou seja, contextualizando para o edital 2016, pelo qual o candidato ingressará no curso somente em 2017, [su_highlight background=”#fdf047″]o jovem deverá ter nascido entre 02/01/1995 e 01/01/1999[/su_highlight], para poder participar do concurso em em 2016.

Escolaridade

Até o ano de 2015, a prova para Aprendiz de Marinheiro exigia apenas o Ensino Fundamental completo, mas a partir do próximo ano, o concurso exigirá que o candidato tenha concluído ou esteja concluindo o ensino Médio no ano do concurso, assim sendo, mesmo quem ainda vai concluir, em 2016, o 3º ano do Ensino Médio, já pode sim fazer a prova.

Informações sobre o concurso 2016

Ok, se você atende a todos os requisitos para ser um fuzileiro naval, é hora de você pensar em fazer a prova do concurso. Não tem como fazer para se alistar como fuzileiro naval, o ingresso para esta carreira militar é somente por meio de concurso público.

O concurso consiste, inicialmente, em uma prova objetiva com 25 questões de português e 25 de matemática. Somente os aprovados no exame intelectual seguem para as demais fases como o teste físico e os exames médicos e psicotécnicos.

Onde fazer as inscrições para a prova

Anualmente, as inscrições para a prova do concurso de fuzileiro naval ocorrem no mesmo período. Assim, as inscrições para o concurso de 2016 estão previstas para abrir entre os meses de fevereiro e março de 2016. Já as provas devem ocorrer entre o final de abril e o mês de maio.

Para fazer as inscrições  no concurso é necessário esperar a abertura do edital 2016. Nele constarão todas as informações necessárias além do endereço do site para fazer as inscrições.

Enquanto você espera a abertura do edital, recomendamos que curta nossa página no Facebook, pois divulgaremos por lá assim que o edital estiver aberto. Curta o Curso Preparatório Maciel no Facebook.

O que cai na prova para Aprendiz de Marinheiro

Ainda não foram divulgadas quais as disciplinas que serão cobradas no novo modelo de prova para o concurso de Aprendiz de Marinheiro.
Mas o ideal é que você busque auxílio de profissionais especializados em preparação pré-militar para este tipo de concurso público. Neste sentido, nós do Curso Preparatório Maciel contamos com mais de uma década de experiência aprovando e classificando candidatos todos os anos.

Estude Conosco

Venha estudar conosco. Possuímos turmas específicas para o concurso Aprendiz de Marinheiro 2016. Nossas salas são climatizadas, e as cadeiras acolchoadas, tudo desenvolvido para ajudar você a conquistar a vaga dos seus sonhos.

Conheça nossa turma pré-militar para o concurso de Fuzileiro Naval 2016

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn