Como fazer uma conclusão na redação dissertativa-argumentativa?

Por Prof. Lais Carballal

Após a produção da introdução e dos parágrafos referentes ao desenvolvimento, é necessário produzir nosso último parágrafo da redação dissertativa-argumentativa: a conclusão.

Um fator enfrentado na produção de um parágrafo conclusivo é o cansaço. Afinal, o produtor textual já fez cerca de 3 a 4 parágrafos e, quando chega ao fim da redação, está exausto, querendo finalizar imediatamente aquele trabalho. Esse é um grande erro, pois a conclusão não pode ser menosprezada e, por isso, realizada de qualquer maneira. Muito pelo contrário! Por ser a finalização da sua redação, ela merece ainda mais atenção.

A conclusão da redação deve relacionar as ideias apontadas ao longo do texto e possui duas maneiras de ser produzida, de acordo com o tema proposto. Sendo assim, é imprescindível, primeiramente, interpretar esse tema: ele possui um problema ou não? Para cada uma das respostas, há um tipo de conclusão que deve ser respeitado. Há, então, dois tipos de conclusão, como veremos a seguir.

Conclusão por solução

Nesse caso, o tema é considerado um problema. Essa conclusão se popularizou devido à adoção do Enem. Nela, há a necessidade de propor uma intervenção. Para elaborar uma boa solução, é necessário se fazer as seguintes indagações:

  1. Como é possível resolver o problema?

  2. Quem deve resolver esse problema?

  3. Como esse problema deve ser resolvido?

  4. Qual transformação essa solução é capaz de promover?

Sendo assim, a estrutura da sua redação segue um passo a passo:

Exemplo:

Tema da redação: Crise do sistema educacional

Diante do exposto, torna-se necessário solucionar a precariedade existente no sistema educacional brasileiro. Para tal, cabe ao governo investir, financeiramente, nas instituições escolares. Afinal, elas são essenciais para o desenvolvimento da população do país. Além disso, torna-se relevante capacitar as escolas e professores, por meio de cursos profissionalizantes, visando que os estudantes desfrutem de um ensino qualitativo.

Conclusão por síntese

Nesse caso, o tema não é considerado um problema. Então, não há necessidade de apresentar alguma proposta de intervenção. O objetivo é sintetizar o conteúdo abordado de maneira que o leitor relembre todas as informações contidas no texto.

Dessa forma, você retoma a tese apresentada na introdução e desenvolvida no desenvolvimento, pois o principal objetivo é, justamente, reafirmar a tese, fechando esse ciclo de forma coerente.

Nessa conclusão, é essencial que o produtor evite clichês.

Exemplo:

Tema: A ambição

Após as questões analisadas, compreende-se que a ambição, quando apenas um anseio para alcançar um objetivo e obter, dessa maneira, sucesso, é essencial a todo ser humano não estagnado. No entanto, se ela for exacerbada, pode gerar cobiça, o que, muitas vezes, fere os princípios de ética de uma sociedade. Sendo assim, é primordial que o indivíduo saiba ponderar e analisar seus desejos.

Dica para a produção de uma conclusão

Sabe-se que é importante estabelecer e manter a coesão e coerência entre os parágrafos da sua redação, então é relevante aplicar elementos coesivos para iniciar o parágrafo introdutório. Dentre tantos que podem ser citados, pode-se mencionar cinco:

  1. Em virtude dos fatos mencionados, pode-se salientar que…

  2. Por isso tudo,

  3. Levando-se em consideração os aspectos apontados, cabe ressaltar que…

  4. Dado o exposto,

  5. Tendo em vista as informações observadas, é notório que…

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn