O que precisa para ser sargento temporário do Exército?

Ingressar nas Forças Armadas nem sempre significa um compromisso permanente. Nesse caso, uma opção é saber o que precisa para ser sargento temporário do Exército. Esta é uma das diversas possibilidades de servir à pátria em regime transitório. É bom, por exemplo, para quem deseja um emprego que garanta salário acima da média e que sirva como um degrau para outras carreiras, inclusive civis.

Caso você esteja pensando em ingressar no quadro de militares temporários na graduação de sargento do Exército, continue lendo para saber mais sobre este tipo de concurso.

Como ser sargento do Exército temporário

Para ser Sgt. temporário, é necessário ser aprovado em concurso com regras publicadas em edital. O número de vagas varia, dependendo da região militar que você escolha para concorrer.

As etapas do processo seletivo são as mesmas previstas para o concurso da EsSA, exceto o exame intelectual, que dá lugar a uma avaliação de currículo e teste de conhecimentos. Veja na página oficial como foi o certame de 2018.

O que faz um sargento temporário do Exército

Na prática, o que precisa para ser sargento temporário do Exército não difere muito dos critérios para ser um militar de carreira. Logo, assim que é incorporado ao serviço militar, sargentos temporários têm as mesmas obrigações daqueles que se formam pela EsSA e ESIE.

Isso quer dizer que, uma vez graduado como terceiro sargento, você estará sujeito a cumprir expedientes diários de segunda a sexta. Além disso, estará concorrendo em escala de serviço normalmente e será convocado para manobras e missões como qualquer outro militar.

Considere, ainda, que é possível ingressar em outros quadros e graduações. Da mesma forma que sargentos, o EB admite Cabos Especialistas, Oficiais de tropa e de saúde para o quadro temporário.
Sendo assim, existiria alguma vantagem, se comparado com os sargentos que ingressam no Exército por meio da EsSA?

Diferença para sargento do Exército ESA

Como você acaba de ver, na prática um sargento temporário faz o mesmo que um sargento de carreira. O salário, inclusive, é o mesmo, já que a tabela de soldos mais recente divulgada pelo Ministério da Defesa não prevê distinção entre militares temporários e de carreira. Ou seja, todo terceiro sargento recém admitido começa ganhando os mesmos R$ 3.825,00 de soldo.

De fato, o diferencial fica por conta da estabilidade. Sargentos temporários não podem permanecer na ativa por mai de 8 anos, enquanto os de carreira podem servir pelo tempo máximo previsto, que é de 30 anos.

Assim, se suas metas profissionais não contemplam uma carreira militar, então pode ser que ingressar no quadro temporário seja proveitoso. Nesse período, você poderá aproveitar para fazer uma faculdade, abrir um negócio ou iniciar uma outra atividade de interesse.

Assim, o que precisa para ser sargento temporário do Exército envolve também um projeto de vida e de carreira. Serve como uma espécie de teste, em que você também poderá avaliar se em aptidão para a carreira militar. Caso se identifique, poderá prestar concurso para ser um sargento de carreira e seguir uma trajetória estável e blindada contra demissão.

Ficou claro para você o que diferencia militares temporários dos de carreira? Então, continue bem informado, veja agora

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn