Como ser sargento do Exército feminino: uma carreira em alta


As mulheres estão marcando forte presença nas Forças Armadas e por isso muitas civis já sabem como ser sargento do Exército feminino. Contudo, os processos seletivos para as diversas especialidades se diferenciam dos que se destinam aos homens em aspectos físicos.

Testes de aptidão e exames clínicos, nesse caso, são as etapas em que as mulheres deverão ter mais atenção em função do sexo. No entanto, para todas as outras, elas concorrem em igualdade de condições, por sinal, com total merecimento.

Continue lendo para saber como você pode ser a próxima a vestir a farda verde do Exército Brasileiro!

Mulheres podem ser sargento paraquedista do Exército?

A Brigada Paraquedista é uma das divisões de elite das Forças Armadas do Brasil. Em suas fileiras, os melhores militares são treinados para saltos em todas as condições de tempo, horários e locais. O curso de formação é bastante intenso e com exigentes exercícios físicos.

Felizmente, aos poucos o que era considerado um tabu vai sendo derrubado pelas valentes mulheres militares. Um ótimo exemplo vem da primeiro tenente Forster, médica e atualmente portadora do valioso brevê de paraquedista.

Desta forma, o caminho se abre para todas as mulheres que desejarem se candidatar ao curso de formação, conduzido nas unidades da Brigada no Rio de Janeiro.

Como ser sargento enfermeira do Exército?

Já na especialidade de enfermagem, a presença das mulheres é marcante, e não é de hoje. Como ser sargento do Exército feminino de outras especialidades, para ser enfermeira é preciso se candidatar a uma vaga no concurso para a EsSA.

Uma vez aprovada, você fará o curso de formação na EsIE, a Escola de Intendentes do Exército, localizada no bairro de Realengo, Rio de Janeiro. Militares da especialidade de enfermagem são altamente exigidos em manobras e exercícios, além de servirem em unidades de saúde. Por isso, a preparação deve levar em conta a sempre agitada rotina de quem lida com pacientes e com a cura de enfermos.

Qual o salário de 3º sargento do Exército?

Evidentemente, é preciso considerar os fatores que tornam a carreira de sargento do Exército atraente para as mulheres de todo o Brasil. Um deles é o salário, que passa a ser de pelo menos R$ 2.900,00, isso sem incluir as gratificações. Portanto, é certo que, uma vez formada, você receberá garantidos, pelos menos três salários mínimos.

Outra vantagem que deve ser considerada é a sempre sólida estabilidade de emprego. Todo militar que cruza os dez anos de serviço ativo faz jus a esse benefício, ou seja, você não poderá ser demitida, a não ser em casos nos quais o regulamento disciplinar tenha previsto.

Sendo assim, um salário inicial razoável e a perspectiva de emprego até atingir a idade para ir para a reserva remunerada fazem desta carreira atraente e promissora. Como ser sargento do Exército feminino requer esforço, só depende de você tomar uma decisão. Quanto antes, melhor, olho na concorrência e foco nos estudos!

Quer saber ainda mais sobre a presença das mulheres no Exército, Marinha e Aeronáutica? Veja o post sobre carreira feminina nas Forças Armadas!

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn