Fuzileiro Naval é temporário ou de carreira?

Você saberia dizer, agora, se Fuzileiro Naval é temporário ou tem a sonhada estabilidade que uma carreira de militar concursado oferece? Veja bem, esse é um aspecto decisivo antes mesmo de decidir fazer a prova. Afinal, qual o seu objetivo ao prestar concurso para a Marinha? Considere seus projetos, sonhos e ambições para assim evitar a frustração tão amarga do arrependimento.

Dito isso, quero te convidar para continuar lendo este artigo, que tem como objetivo esclarecer os pontos mais importantes antes de se candidatar a uma vaga. Então, será mesmo que você está pronto? Avance na leitura para saber!

CIAMPA: a porta de entrada para a carreira no CFN

Ao prestar concurso para Fuzileiro Naval, você concorrerá a uma vaga no chamado CFSD-FN, ou Curso de Formação de Soldados Fuzileiros Navais. Realizado no Centro de Instrução Almirante Milcíades Portelas Alves (CIAMPA), no Rio de Janeiro, é nele que você permanecerá por três meses, período em que aprenderá a parte básica do ofício.

No curso, são ministradas aulas de diversas disciplinas. Entre as mais importantes, estão Operações Anfíbias, Instrução Militar-Naval, Ordem Unida e Armamento. Todas elas contam pontos e, no final do curso, você receberá uma nota final, que determinará a sua posição em relação aos outros militares que se formarem com você.

Por isso, quanto mais alta a nota no curso, mais chances você terá de seguir carreira, como veremos a seguir.

Curso de Formação de cabos: a ponte para a estabilidade

A partir do solene e emocionante juramento à bandeira, feito na data da sua incorporação oficial ao quadro de praças da Marinha, começa a sua jornada no Corpo de Fuzileiros Navais. O recrutamento, embora muito importante, é apenas o início de uma carreira que pode definir se o Fuzileiro Naval é temporário ou não

Isso porque, como soldado, você terá três anos para se habilitar ao próximo passo, que é o Curso de Especialização para promoção a Cabo. Para isso, deverão ser cumpridos diversos requisitos e exigências do comando naval, que podem variar, dependendo de decisões superiores.

No entanto, o que se verifica é que, para ser indicado ao curso de cabos, você deverá manter seu condicionamento físico sempre nota dez, além de uma excelente pontuação como atirador e, muito importante, o conceito.

Nesse último item, o militar recebe uma nota periodicamente, que vai de 1 a 5, concedida pelos superiores hierárquicos na unidade em que servir.

Caso você mantenha um alto padrão, então são grandes as chances de obter uma boa classificação e, assim, ao final de três anos, ser indicado para o curso de Especialização.

Graduando-se como sargento Fuzileiro Naval

Uma vez especializado em uma das 11 armas que compõem o quadro de especialistas Fuzileiros Navais, você será promovido a cabo. Após a conclusão do curso, você poderá tentar a prova para sargento Fuzileiro Naval, realizada em âmbito interno. Ou seja, somente cabos Fuzileiros concorrem, a não ser na especialidade de músico, aberta a civis.

A primeira tentativa pode ser feita a partir do terceiro ano como cabo Fuzileiro Naval, podendo se repetir até o nono ano. Portanto, são 4 chances para você chegar à sonhada estabilidade, que só será conquistada de fato quando cruzar 10 anos de carreira.

Sendo assim, o que posso te dizer agora é que Fuzileiro Naval é temporário, mas apenas se você deixar de cumprir com as exigências para ser indicado ao curso de cabos. Como isso não é o que se espera de um militar de elite, então as chances de se estabilizar na carreira são altas. Só depende de você!

Então, agora que você já não tem mais dúvidas, saiba agora se realmente a carreira de Fuzileiro Naval vale a pena!

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn